8 dicas para quem quer usar o FGTS no financiamento de um imóvel

Purchase this image at https://www.stocksy.com/856240

O Conselho Monetário Nacional aumentou, no finalzinho de novembro, o valor máximo dos empreendimentos que podem ser financiados pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH). A mudança foi de R$650mil para R$800mil e serviu de incentivo para quem está pensando em amortizar o financiamento de um imóvel com o FGTS. (Leia o post completo aqui!)

A novidade também traz dúvidas: é vantajoso usar o FGTS para financiar um apartamento? Se sim, como proceder? Pensando nisso, trouxemos 8 dicas para quem pretende realizar mais uma conquista, seja saindo do aluguel ou simplesmente adquirindo um apartamento que esteja mais de acordo com as suas necessidades. 

 

  1. Verifique se você está apto para usar o FGTS para comprar um imóvel.

Para usar o FGTS você precisa cumprir quatro requisitos:

  • Ter pelo menos três anos de carteira assinada
  • Não possuir nenhum outro financiamento ativo no SFH
  • Não possuir outro imóvel residencial em seu nome no mesmo município onde pretende comprar o novo
  • Trabalhar ou morar na cidade onde está o imóvel que você pretende financiar com o FGTS

 

  1. Confira se o saldo do seu FGTS é suficiente.

Acesse o site da Caixa Econômica Federal para conferir o saldo do seu FGTS utilizando o número NIS/PIS/PASEP e a senha cadastrada; ou ainda, vá pessoalmente até uma agência com um documento de identidade e número NIS em mãos para conferir o saldo.

 

  1. Separe a documentação.

Reúna documentos que comprovem que você atende aos requisitos listados acima, assim como a sua carteira de trabalho, um comprovante de residência, certidão de nascimento ou casamento, carteira de identidade e CPF. Consiga também uma cópia da certidão de matrícula ou do IPTU do apartamento a ser comprado. Se tiver alguma dúvida, converse com nossos corretores. 😉

 

  1. Entenda como é feito o saque.

Durante a negociação, o agente financeiro é a entidade que irá sacar o seu fundo de garantia. O processo é feito a partir de um documento, onde o trabalhador (você) solicita o saque. Este documento é entregue à Caixa Econômica Federal. Quando o FGTS é liberado, cai direto na conta do vendedor. Isso quer dizer que você não vai lidar diretamente com o dinheiro.

Os agentes financeiros são, em geral, os bancos, consórcios ou empresas de crédito imobiliário. Mas fique esperto: nem todo banco opera com o FGTS.

A liberação do FGTS leva em torno de 5 dias, mas existem outros processos relacionados à compra que podem levar mais tempo como, por exemplo, a aprovação do financiamento.

Outra dica importante: você não precisa sacar todo o seu FGTS para usar na negociação. Ao fazer o pedido para o agente financeiro, especifique o quanto você pretende usar. O que continuar na sua conta, continuará rendendo, assim como os futuros depósitos feitos pelo seu empregador. Você pode usar o fundo quantas vezes forem necessárias, desde que siga aos requisitos do item 1.

 

  1. Tome cuidado com as dívidas!

Mesmo se você tiver dívidas, poderá sacar o FGTS para utilizá-lo na negociação. Mas, se você estiver endividado e com o nome listado em algum dos serviços de proteção do crédito (SCPC, Serasa) a aprovação do financiamento poderá ser bloqueada.

 

  1. Escolha o imóvel certo.

Você só consegue financiar um apartamento usando o FGTS se for pelo Sistema Financeiro de Habitação. O imóvel precisa ser urbano, ou seja, precisa estar dentro da cidade. Também precisa ser residencial e destinado à moradia.

 

  1. Use o FGTS apenas para financiar um imóvel em seu nome.

Não é possível usar o FGTS para comprar uma casa ou apartamento para um parente ou amigo, nem mesmo filhos. O fundo só pode ser sacado se você for o comprador e futuro morador do imóvel. Quem não cumprir a regra poderá ser processado por estelionato e terá que devolver o dinheiro do FGTS.

Por outro lado, se esta outra pessoa for morar com você, mesmo não tendo nenhum grau de parentesco, você pode usar o FGTS. O mesmo vale para uniões estáveis, inclusive para casais do mesmo sexo.

 

  1. Leia o Manual da Caixa

O manual “FGTS – Utilização em Moradia Própria“, criado pela Caixa, reúne uma série de informações acerca das regras de financiamento pelo SFH utilizando o fundo de garantia. Baixe o manual, leia com atenção e converse com o seu corretor.

ENTRE EM CONTATO

O nosso lar traduz quem nós somos. Se você se interessou por um de nossos empreendimentos, preencha o formulário que, em breve, entraremos em contato.

Pin It on Pinterest